×

Quem é o aluno protagonista? Veja como incentivar esse comportamento

Leia este artigo, veja como incentivar o protagonismo do aluno no ambiente acadêmico e os benefícios que isso pode trazer!

Desde o ensino fundamental é reforçado o desenvolvimento do aluno como protagonista da sua aprendizagem. Na graduação, isso não difere. É importante estimular o estudante a encontrar informações complementares e a interagir com o conteúdo em aula para fortalecer o processo de ensino e aprendizagem.

Além disso, há outros benefícios em direcionar a maneira de ensinar e incentivar o protagonismo do aluno. Conheça quais são eles e veja como incentivar os estudantes a serem os principais responsáveis pela busca de conhecimento.

O que é aluno protagonista?

O aluno protagonista é o estudante que entende que seu sucesso profissional e acadêmico depende apenas de seu esforço. As características que devem ser estimuladas para desenvolver o perfil protagonista são: 

  • disciplina;

  • curiosidade;

  • responsabilidade;

  • interesse pelo conteúdo, pela formação e carreira;

  • planejamento.

Ser um protagonista demanda esforço, por isso é importante deixar claro quais são os objetivos de cada conteúdo e como esses aprendizados se encaixam no processo de excelência profissional. Este comportamento determina que a instituição de ensino superior conte com professores e estruturas focadas em incentivar habilidades autônomas.

Vantagens de incentivar o desenvolvimento de aluno protagonista

Autonomia do estudante

No momento em que uma instituição instrui a autonomia do estudante, ela proporciona a independência na busca pelo conhecimento. Com a orientação do docente e estímulo da faculdade, o estudante aprende a pesquisar por artigos, questionar conteúdos e procurar por respostas por outras fontes.

Dinamizar as aulas

Este processo é facilitado ao substituir parte das aulas expositivas por metodologias ativas, que promovem o pensamento crítico e a interação entre estudantes com o uso de tecnologia e outros pontos que tornam as aulas mais dinâmicas. 

Fomentar a criatividade

Ao adotar metodologias com foco no desenvolvimento do aluno como protagonista, há também o estímulo a criatividade, que permite trabalhar habilidades como:

  • tomar decisões assertivas;

  • olhar multifocal;

  • estabelecer metas;

  • administrar os pensamentos.

Estimular o pensamento complexo

O pensamento complexo permite que o profissional analise a mesma situação por diferentes ângulos. Isso possibilita encontrar as melhores alternativas de diagnóstico, tratamento, prevenção de doenças, e entre outras atividades presentes na rotina de trabalho.

Como estimular o aluno protagonista?

É importante que a instituição de ensino superior faça o possível para incentivar que cada estudante assuma o seu papel principal no processo de aprendizagem. Veja algumas ações importantes nesse caminho:

Invista no uso de tecnologia no ambiente acadêmico

A tecnologia fornece autonomia para o estudante no momento da pesquisa ou revisão dos conteúdos. Por isso, o primeiro passo é utilizar diferentes tecnologias para encontrar novos conteúdos e confrontar o conhecimento adquirido de forma prática.

Aposte em novas metodologias ativas

Ao utilizar metodologias ativas, o professor deixa o papel principal da aula e passa a atuar como mediador. É ele quem vai auxiliar o estudante a encontrar o conhecimento.

 Fazem parte das metodologias ativas recursos como:

  • aprendizagem baseada em equipes;

  • ensino híbrido;

  • estudo de caso;

  • aprendizagem baseada em problemas;

  • gamificação;

  • aprendizagem baseada em projetos.

Promova atividades em grupo

No momento em que os alunos debatem ou tentam chegar a uma solução em conjunto, acabam percebendo diversas maneiras de abordar o mesmo tema. Dessa forma, é interessante que o professor faça atividades como:

  • Dividir a turma em grupos, apresentar um caso clínico e solicitar que cada grupo mostre pelo menos duas alternativas de conduta;

Dinâmicas em grupos estimulam que os estudantes planejem argumentos que comprovem que a opinião do seu grupo é a mais adequada. Outra sugestão interessante é promover debates e, assim, estimular que os grupos defendam seus pontos de vista.

Encaminhe pesquisas sobre o conteúdo abordado

Há diversas maneiras de incentivar a pesquisa de conteúdos, uma delas é solicitar que o estudante pesquise previamente sobre algum artigo científico relacionado ao tema da aula. Esse tipo de pesquisa pode ser aplicada como uma pré-atividade visando realizar um debate em sala sobre o tema, por exemplo.

Para que tudo isso seja possível, é importante que a escola ofereça os recursos necessários para que o aluno consulte esses materiais remotamente. A sua instituição está preparada para isso?

Gostou das dicas? Compartilhe este artigo nas redes sociais e aproveite para nos seguir também!

15 Feb 2022