×

Pesquisa aponta que professores brasileiros da área da saúde aprovam uso de plataformas online como apoio ao ensino

Levantamento realizado no Brasil pela empresa neozelandesa ADInstruments aponta que 80% dos profissionais ouvidos concordam que ferramentas online facilitam o acesso de estudantes a conteúdos programáticos;

64% dos professores e demais profissionais da educação afirmaram que os alunos chegam mais preparados para aulas presenciais e de laboratório quando têm acesso antecipado ao conteúdo;

Plataforma Lt da ADInstruments

 

A pesquisa ADInstruments de uso de tecnologia para a educação 2021 aponta que professores brasileiros das áreas da saúde do ensino superior consideram as plataformas online de ensino como facilitadoras do processo de aprendizagem nos primeiros anos de formação dos estudantes. O estudo foi realizado no Brasil com professores e demais profissionais da educação (diretores, coordenadores, gestores e técnicos) entre março e abril pela neozelandesa ADInstruments, que produz soluções tecnológicas para pesquisa e educação em ciências da vida.

Mais de 400 profissionais da educação de instituições púbicas e privadas de todo o Brasil, de cursos de ensino de nível superior nas áreas de Medicina, Enfermagem, Fisioterapia e Educação Física participaram do estudo, realizado através de questionário na internet. Segundo a pesquisa, 80% deles concordam que ferramentas online facilitam o acesso de estudantes a conteúdos programáticos. Nessa mesma linha, 71% dos participantes afirmam que a facilidade de acesso aos conteúdos é um dos pontos mais importantes no processo de aprendizagem e 67% acreditam que a tecnologia melhora o desempenho de estudantes com diferentes ritmos de assimilação das matérias.

A pesquisa também aponta que 70% dos profissionais de educação acreditam que plataformas online de ensino são importantes para uma geração de estudantes que precisa, cada vez mais, de respostas e estímulos em tempo real. Em concordância, 64% responderam que percebem que os alunos chegam mais preparados para aulas presenciais e de laboratório quando têm acesso antecipado ao conteúdo.

Além disso, a pesquisa também buscou saber o que professores pensam de tecnologias de ensino remoto como ferramentas de trabalho. Neste aspecto, 82% afirmam que a flexibilidade de acesso ao conteúdo das aulas proporcionada por plataformas online é uma questão importante para a instituição de ensino em que trabalham. Além disso, 71% dos profissionais concordam que a tecnologia facilita a customização das aulas, sendo possível adequar o processo de ensino conforme o desempenho dos estudantes.

 

Confira os principais dados da pesquisa ADInstruments de uso de tecnologia para a educação 2021

- 416 respostas de professores, diretores, coordenadores e profissionais técnicos e administrativos de instituições púbicas e privadas de todo o Brasil;

- 80% dos profissionais ouvidos concordam que ferramentas online facilitam o acesso de estudantes a conteúdos programáticos;

- 64% dos professores afirmaram que os alunos chegam mais preparados para aulas presenciais e de laboratório quando têm acesso antecipado ao conteúdo;

- 71% dos participantes afirmam que a facilidade de acesso aos conteúdos é um dos pontos mais importantes no processo de aprendizagem

- 67% acreditam que a tecnologia melhora o desempenho de estudantes com diferentes ritmos de assimilação das matérias.

- 70% dos profissionais de educação acreditam que plataformas online de ensino são importantes para uma geração de estudantes que precisa, cada vez mais, de respostas e estímulos em tempo real

- 82% afirmam que a flexibilidade de acesso ao conteúdo das aulas proporcionada por plataformas online é uma questão importante para a instituição de ensino em que trabalham

- 71% dos profissionais concordam que a tecnologia facilita a customização das aulas, sendo possível adequar o processo de ensino segundo o desempenho dos estudantes.

 

 

Tecnologia que promove a metodologia ativa

Os números do estudo mostram que, para os educadores, as plataformas online de educação são instrumentos importantes para o processo de ensino e aprendizagem, estimulando a participação ativa dos estudantes no processo de formação do conhecimento.

A plataforma LT, desenvolvida pela neozelandesa ADInstruments, oferece recursos simples e intuitivos para criar ou transferir as aulas. Educadores podem adicionar vídeos, áudios, imagens, textos e questionários, editando e atualizando todos os conteúdos em tempo real. Em resumo, há mais de 500 aulas interativas e customizáveis de ciências e saúde. Vale destacar que na plataforma há vídeos de protocolos e procedimentos de laboratórios, além de entrevistas que acompanham pacientes reais durante todo o tratamento. Todos os recursos podem ser acessados aqui.

26 jun 2021